Saúde municipal faz alerta sobre criadouros do mosquito da dengue durante as férias

Com a temporada das férias e o período de chuvas, a atenção para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, Zikavírus e Chikugunya, deve ser mantida e para isso, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia faz um alerta aos moradores para que eliminem criadouros do mosquito antes de viajarem.

O ciclo de reprodução do Aedes aegypti é rápido e leva de 5 a 10 dias.

Mesmo em uma viagem curta, de um final de semana por exemplo, é fundamental estar atento à eliminação de possíveis criadouros.

Entre as principais ações que podem ser realizadas está a verificação de ralos e calhas para evitar que a água da chuva fique parada, eliminar vazamentos e entupimentos nos encanamentos, fechar a tampa dos vasos sanitários e caixas d’águas ou poços artesianos.

Além de guardar e limpar com água e sabão vasilhas de água dos animais de estimação e descartar garrafas e objetos que acumulem líquido.

A caixa coletora de descongelamento atrás da geladeira também deve estar seca e as piscinas precisam estar tratadas com cloro. Se não for usar as piscinas por muito tempo, o melhor é deixa-las desativadas.

O quintal deve estar sempre limpo, com o descarte correto do lixo em sacos plásticos vedados e os vasos de plantas também precisam de atenção.

Caso apresente sintomas como febre repentina, dores intensas nas articulações, dores de cabeça e muscular, além de manchas vermelhas na pele, procure uma unidade de saúde o mais breve possível.

Continue Conectado