Justiça condena homem por não evitar a morte da filha

Após acatar denúncia do Ministério Público de Goipas, a justiça goiana condenou Gabriel Lucas Passos a 26 anos de prisão, por causa da morte da filha dele, de apenas 2 meses.

Conforme acusação do MP-GO, o bebê morreu após ser sacudida pela própria mãe e Gabriel ficou omisso a essa ação não evitando a agressão contra a filha.

O caso aconteceu no ano de 2022 na cidade de Nazário, que fica na região central de Goias. Na época a Polícia Civil chegou a conclusão que a criança também sofreu com tapas na cabeça, por parte da mãe, mediante a presença do pai da bebê.

Daniel foi condenado a 26 anos, 8 meses e 10 das de prisão. na terça-feira, 28, durante júri popular.

Tags

Compartilhe:

Continue Conectado