Embriagada, mulher tenta convencer policiais a soprar o próprio bafômetro

Uma mulher tentou convencer policiais civis a permitirem que ela soprasse o próprio bafômetro, que ela afirmou ter comprado na Europa. O teste de alcoolemia realizado pela Polícia Civil mostrou que ela consumiu o dobro do limite permitido.

A motorista admitiu que havia tomado duas cervejas de 600 ml, mas afirmou que não bebia muito.

Segundo a polícia, ela só aceitou fazer o teste após o delegado Manoel Vanderic explicar que, caso ela se recusasse a soprar o bafômetro, um policial iria conduzir ela e o carro para a delegacia.

De acordo com o delegado, a blitz fazia parte de uma operação da Polícia Civil, que tinha um limite mais alto de tolerância para quantidade de álcool ingerida e por isso, a motorista foi liberada.

Continue Conectado