Câmara aprova Plano Diretor de Arborização Urbana de Goiânia

O Plenário da Câmara aprovou o projeto de lei complementar que institui o Plano Diretor de Arborização Urbana do Município de Goiânia.

O projeto foi enviado pelo Poder Executivo ainda na gestão de Iris Rezende, em 2020, e estabelece regras gerais para a política de plantio, preservação, manejo e expansão da arborização na Capital.

Entre as medidas que devem ser tomadas está a substituição gradativa de mungubas, jamelões e gameleiras das ruas de Goiânia por espécies nativas do cerrado.

A proposta mantém a proibição da poda ou retirada de árvores de vias públicas, a não ser quando realizadas pelo órgão ambiental ou de limpeza urbana do município. Em caso da existência de ninhos nos galhos, eles só poderão ser cortados após a desocupação pelos filhotes.

O projeto ainda prevê que o órgão ambiental pode constituir grupos de estudo com especialistas em engenharia, meio ambiente e biologia para definir o plano de trabalho para a substituição gradativa das espécies.

Continue Conectado