Homem é preso por ameaçar, agredir e manter mulher em cárcere, em Goiânia

Um homem foi preso suspeito de manter a esposa em cárcere privado sem por nove meses, em Goiânia. A vítima tem um filho de dois meses e passou parte da gestação presa em casa, proibida de ver familiares ou amigos.

Segundo a apuração da Polícia Civil, a mulher , de 20 anos, não podia nem ir ao supermercado ou farmácia caso precisasse e se ela tentasse se aproximar de algum familiar, o homem fazia ameaças afirmando que faria mal a mãe dela.

O caso foi descoberto após a própria vítima esperar o homem dormir e pedir ajudar para o Núcleo Especializado de Defesa da Mulher da Defensoria Pública pelo WhatsApp.

Os militares foram até a casa e tentaram contato por diversas vezes, sem sucesso, eles pularam o muro e encontraram a vítima em estado de choro incontrolável juntamente com o filho e o investigado.

Para a polícia, a jovem contou que o companheiro controlava o celular, a conta bancaria e as redes sociais, além de ser constantemente agredida com socos, chutes e teve até a cabeça batida contra a parede.

O homem foi encaminhado para a delegacia, onde segue preso.

Continue Conectado