Casos de Chikungunya em Goiás tem aumento de 324% de 2023 para 2024

Os casos de Chikungunya em Goiás teve um aumento de 324% em janeiro de 2024 se comparado com o mesmo período de 2023, segundo dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Até esta quinta-feira, 08, foram confirmados 930 casos e notificados 1.302.

Apesar de não ter registrado nenhuma morte, a pasta alerta a população para tomar medidas de preocupação já que o transmissor da Chikungunya é o Aedes aegypti, mesmo mosquito que transmite a dengue e Zika vírus.

Entre os principais sintomas da infecção estão febre, dor de cabeça, fadiga, dor muscular e nas articulações.

Em relação à zika Vírus, também não há registro de mortes no Estado, mas 120 contaminações foram notificadas e 59 casos confirmados, desses, quatro são em gestantes, o que gera uma preocupação já que a doença pode desencadear um quadro de microcefalia no bebê.

Compartilhe:

Continue Conectado