Caso Pedro Lucas passa a ser investigado como homicídio

O caso do menino Pedro Lucas Santos, de 9 anos, passou a ser investigado pela Polícia Civil como homicídio, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. O delegado Adelson Candeo levou em consideração o fato de que o menino está desaparecido há 45 dias, o maior tempo já registrado na cidade. Com essa decisão, a investigação passa a considerar que o menino já está morto.

Novas buscas serão realizadas visando encontrar evidências disso, a partir do apoio da Polícia Técnico Científica no trabalho pericial. O delegado também comentou que a investigação do caso Pedro Lucas será prioridade máxima da Delegacia de Rio Verde e de cidades próximas da região. Prova disso, é que todos os homicídios que chegaram até a corporação já foram solucionados, para que as equipes foquem apenas nesse inquérito.

Um vereador de Rio Verde chegou a oferecer R$ 10 mil de recompensa para quem der informação válida que leve ao paradeiro da criança.

Pedro Lucas desapareceu no dia 1º de novembro quando saiu para buscar o irmão mais novo na escola. Os familiares registraram o desaparecimento somente três dias após o sumiço.

Compartilhe:

Continue Conectado