TESTAMOS A FORD F-150: BRUTALIDADE E MUITA TECNOLOGIA EMBARCADA

2023 foi ano das picapes, se não o segmento mais emplacado, pelo menos aquele em que os lançamentos foram mais numerosos e de impacto, com as marcas fabricantes se esmerando em explorar o consideravel numero de vendas e o alto valor agregado num mercado do qual sumiram os modelos de entrada e seus ansiosos compradores. A Ford F-150 foi um deles, talvez o mais aguardado em razão da fama de veículo mais vendido dos Estados Unidos confirmada pela fulminante rapidez com que sumiram as 500 unidades da pré-venda esgotadas em menos de uma hora.

avaliação da F-150 pelo Rodas&Motores

Testar a F-150 é, claro, enorme fonte de prazer ainda mais se o modelo de teste foi a versão PIatinum, a mais equipada, sofisticada e cara do portfólio da Ford, a começar pela imponência, picape media no Brasil fica a meio caminho do tamanho da F-150 na América a qual se qualifica como um veiculo com quase 6 metros de comprimento, 2e17 de Largura, 2 metros de altura e 3 metros e 70 de entre-eixos pesando duas toneladas e meia. A Ranger, da própria Ford, fica devendo 60 cm no comprimento, 10 na altura e 40 no entre-eixos e é a nossa picape tamanho médio padrão.

Passa a entrar no foco o que uma picape desse tamanho pode e deve oferecer já que espaço não falta. Nem potencia para tocar tudo isso, motor V8 5.0 Coyote 405 cavalos é o mesmo do Mustang mas recalibrado para o torque aparecer mais cedo e fazer valer o câmbio automático de dez marchas, o Inmetro diz que a gasolina faz 6,3 km/l na cidade e 8,6 km/l na estrada, nem cobra caro pelo que entrega. É possível preencher varias laudas descrevendo a F150 mas sugerimos amealhar os R$ 509.900 reais e comprar uma. É mais justo do que ficar lendo sobre o que ela é e faz.

Confira abaixo as tecnologias embarcadas da Ford F-150:

Assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres – Utiliza uma câmera frontal para detectar e evitar colisões com veículos e pessoas à frente, em velocidades de 5 km/h a 80 km/h. Ele gera um alerta sonoro e visual no painel de instrumentos, pré-carrega os freios para uma resposta rápida e, se o motorista não tomar nenhuma ação, pode acionar os freios para evitar ou minimizar a colisão. O sistema pode ser ativado, desativado e ter a sensibilidade ajustada nos níveis alto, normal ou baixo.

Assistente autônomo de frenagem em marcha a ré – Da mesma forma que o assistente dianteiro, detecta objetos atrás do veículo quando está em marcha à ré e aplica automaticamente os freios para evitar ou reduzir uma colisão. Funciona em velocidades abaixo de 10 km/h, usando sensores no para-choque traseiro.

Assistente de manobras evasivas – Complementa o sistema autônomo de frenagem, usando a mesma tecnologia de radar e câmera. Numa frenagem de emergência, se ele detectar que os freios apenas não são suficientes para evitar a colisão e houver espaço para desviar, pode fornecer torque adicional no volante para evitar o obstáculo. Assim que for possível e não houver mais risco de colisão, o sistema aplica torque adicional no sentido oposto para ajudar o condutor a retornar à faixa original.

Assistente de cruzamentos com frenagem autônoma – Em cruzamentos, principalmente nas curvas à esquerda, o sistema detecta a aproximação de veículos em sentido contrário e pode acionar os freios automaticamente para evitar ou minimizar acidentes.

Piloto automático adaptativo com stop & go – Acelera e freia a picape automaticamente para manter a distância do carro à frente e a velocidade programadas (acima de 30 km/h). Ele pode parar o veículo totalmente e volta a acelerar se a parada for inferior a 3 segundos. Acima disso, basta acionar o acelerador ou o botão RES para retomar a programação. O sistema inclui também a função de centralização de faixa.

Sistema de permanência em faixa – Monitora as faixas da via com uma câmera no para-brisa e, se detectar uma saída involuntária, alerta o motorista e aplica torque na direção para manter o veículo centralizado. Ele funciona em velocidades acima de 60 km/h e avisa se as marcações da estrada estiverem irregulares ou não houver condições de visão da câmera. Pode ser configurado para gerar só vibração no volante (modo alerta), dar assistência ativa de direção (modo assistência) ou ambos, com intensidade normal, alta ou baixa.

Sistema de monitoramento de ponto cego com cobertura de reboque – Auxilia o motorista em mudanças de faixa, gerando um alerta visual no espelho retrovisor do mesmo lado que um veículo se aproximar. Ele alerta também se for detectado um veículo no ponto cego do trailer.

Controle automático de descidas – Desacelera automaticamente a picape para manter a velocidade programada em declives acentuados, mesmo em superfícies escorregadias, usando a força do motor ou os freios. Atua em velocidades inferiores a 35 km/h e é desativado automaticamente acima de 60 km/h. Funciona também em descidas de marcha à ré.

Controle eletrônico anticapotamento – Identifica possíveis situações de risco por meio dos sensores do controle de estabilidade e pode acionar ativamente os freios e reduzir a potência do motor para garantir a segurança dos passageiros. O monitoramento é feito continuamente e não depende de nenhum comando para atuar.

Controle de oscilação de reboque – Equilibra a oscilação do reboque automaticamente, atuando individualmente nos freios de cada roda para garantir que o condutor não perca o controle da picape.

Farol alto automático – Com apoio de uma câmera instalada no para-brisa, liga os faróis altos para máxima visibilidade e os desliga automaticamente ao identificar a aproximação de outro veículo à frente para evitar o ofuscamento do motorista.

Tags

Compartilhe:

Continue Conectado