Produção de carros elétricos pode reduzir vagas de empregos no mundo

Motores elétricos são simples, menores e de construção mais elementar.  Condição terrivelmente negativa dos carros eletrificados começa a ser revelada com meia década de antecipação que é o menor emprego de mão de obra na produção dos elétricos em razão da maior simplicidade dos projetos, motores elétricos são muito menores, exigem menor numero de peças e componentes e os próprios carros são de construção mais elementar.

Motores elétricos são simples, menores e de construção mais elementar

Na Alemanha fornecedores de peças para o setor automotivo empregam atualmente 270miI trabalhadores e advertem que na transição para a eletrificação este número será reduzido a 200 mil até 2030, o que significa dizer que um em cada quatro serão dispensados em seis anos. O professor de economia automotiva da Universidade de Ciências Aplicadas de Hannover, Frank Schwope, em entrevista à ´´Automotive News Europe´´ citou que aquele patamar de 310 mil postos de trabalho visto em 2018 e 2019 são coisa do passado. Pior, ainda que sejam criados empregos em áreas como o desenvolvimento ou a produção de baterias, eles não serão capazes de compensar a perda destas vagas.

Continue Conectado