Equipe Nissan de Fórmula E corre pela primeira vez em casa

Fórmula E de volta, hoje em Tóquio, estreando a categoria dos monopostos elétricos na capital japonesa na 5ª temporada consecutiva e com os carros da geração 3 na pista. Corrida diurna, num circuito improvisado no entorno do Centro de Exibição Internacional japonês, 2.585 metros de extensão, 20 curvas (8-D e 12-E), sentido anti-horário, de média e baixa velocidade. São três retas: a dos boxes, entre as curvas 20 e 1, a oposta, depois da curva 9 e a localizada entre as curvas 15 e 16. Tem várias zonas de frenagem que vão ajudar no gerenciamento de energia, vai sobrar eletricidade para acelerar.

Como a pista é desconhecida de todos os pilotos, podem haver mudanças na ordem de classificação, o atual líder é Nick Cassidy, 4 pontos acima de Pascal Wehrlein e Mitch Evans em terceiro.

A equipe Nissan de Fórmula E corre pela primeira vez em casa e, para atender ao omonotenashi, ritual tradicional de receber bem os visitantes, fez uma parceria com o designer de moda japonês Jun Nakamura para criar quimonos customizados inspirados em todas as 11 equipes que competem no Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E.

O formato do quimono é convencional, mas o visual mistura as cores de cada equipe com o design de figuras geométricas regulares típicas do estilo japonês. Pura homenagem, não é para usar, apenas para apreciar porque a coleção ficará exposta no ambiente do E-Prix durante os dias das competições. Transmissão ao vivo pelo BandSports, sábado, a partir de 3 da madrugada, horário de Brasília.

Continue Conectado